Nossa Senhora da Lapa

Sexto dia Semana da Família: a delicada tarefa de educar os filhos

19 de agosto de 2016
Sexto dia Semana da Família: a delicada tarefa de educar os filhos

Na sexta-feira, 19 de agosto, os fiéis da Paróquia N. Sra. da Lapa se reuniram em frente à residência de D. Rita, à Rua Élcio Claudio, para a celebração da Missa da Semana da Família.

Confira abaixo a Reflexão feita pelo Pe. Antonio Eduardo:

A DELICADA TAREFA DE EDUCAR OS FILHOS

O amor conjugal se estende e se manifesta nos filhos, especialmente em sua educação, da qual os pais são os primeiros e principais responsáveis. É preciso saber compreender, mas também ser exigente; respeitar a liberdade dos filhos, mas também corrigi-los.

Os filhos não são brinquedos a serem substituídos, quando deles os pais se cansam ou com eles se entediamos, mas pessoas a se desenvolverem respeitando os valores.

Princípios gerais:

Para educar é necessário um pouco de ciência, muito bom-senso e, sobretudo amor: a primeira coisa da qual o filho tem necessidade é que os pais se amem. No útero materno a criança estava envolvida pelo líquido amniótico, ao sair sente necessidade de um outro útero e de ser circundado por um outro líquido, que é indispensável para crescer se desenvolver: aquele que o papai e a mamãe criam amando-se e se querendo bem.

A tarefa do pai na educação: a presença ativa do pai é necessária para o crescimento equilibrado dos filhos.

O melhor educador é o exemplo: as crianças tendem a imitar as relações dos adultos, especialmente daqueles que amam ou admiram. As palavras voam, mas o exemplo arrasta.

Não viciar a criança: vicia-se uma criança com elogios excessivos ou cedendo a seus caprichos; colocando-a sempre no centro das atenções, deixando que seja ela o pêndulo da balança nas decisões familiares. Diante dos caprichos das crianças não se deve ceder, e sim esperar que os chiliques passem, mantendo um comportamento sereno, sem nervosismo, quase desinteresse, porém, ao mesmo tempo, firme.

Encorajar e recompensar: ao encorajar e ao elogiar, convém observar mais o esforço feito que o resultado obtido. Não é preciso recompensar a criança que realizou um dever ou obteve um sucesso. Um presente para uma boa nota é deformador; uma boa nota já é um prêmio satisfatório para ela.

Educar para a positividade: os filhos devem respirar na família, um sentido de confiança na vida e de positividade para com o mundo que dê para eles e força de superar as experiências negativas e as frustrações.

Educar para o trabalho: que recebe tudo sem esforço algum torna-se parasita. Sempre vai querer receber tudo sem nenhum esforço; sempre ser servido e nunca servir.

Formar a consciência: estimular a criança a praticar o bem; a ter um necessário e sadio o sentido de pecado: a clara percepção das quedas e faltas, com as quais voltamos as costas ao amor de Deus, provoca o remorso que ativa as melhores forças para buscar novamente o amor que perdoa.

Educar para a liberdade:  fazer tomar consciência do valor da liberdade e em ensinar a bem exercitá-la. Impor leis não significa limitar a liberdade, mas muito mais ajudar seu desenvolvimento. Livre não é quem faz aquilo que quer, mas quem segue as leis; pois as leis são apenas mapas indicando a meta. Os pais devem igualmente, colocar limites na ação dos filhos. Limites que gradualmente irão se dissolvendo no tempo, uma vez que, graças à educação, os filhos amadureçam para a necessária autonomia, pra decidirem sozinhos. Aí chegam a hora dos pais aceitarem que os filhos são livres: e podem não corresponder aquilo que foi ensinado. Conceder, com prudência, certa liberdade aos filhos contribui para torna-los responsáveis. É preferível que, algumas vezes, os pais se deixem enganar, a confiança dada aos filhos faz com que eles mesmos tenham vergonha de ter abusado e se corrijam.

Educação religiosa: os pais são colaboradores de Deus no crescimento espiritual dos filhos. Ensiná-los a rezar e a reconhecer que sem Deus não chegaremos a lugar nenhum é dever dos pais. Educa-se melhor com o exemplo do que com as palavras. Mesmo se acontecer de os filhos se afastarem da vivencia da fé, a semente do exemplo dos pais ficará pra sempre. Lá na frente, eles se lembrarão das atitudes de fé dos pais e retomarão,

Saber repreender e castigar: a repreensão deve ser breve e não humilhante. Deve-se saber o lugar e o momento apropriado para a repreensão. Às vezes será necessário esperar que a raiva passe. Lembre-se da Parábola do Filho Pródigo, o filho decepcionou o pai, mas o pai o acolhe com um abraço e uma festa – imagina o que se passou na cabeça daquele filho ao perceber o que pai o amava apesar de tudo. Deve ter percebido o quanto errado estava e feito o compromisso de nunca mais se distanciar daquele que realmente o amava por aquilo que ele era (filho) e não por aquilo que ele podia oferecer (bens, farra, diversão).

Criança não nasce sabendo, precisa aprender tudo: aprende a falar, a andar… aprende também a vivenciar valores, aprende a ter caráter.

Usar a autoridade em relação aos filhos: Muitos pais não tem autoridade sobre os filhos porque não tem credibilidade. Não merecem confiança, porque falam e não vivem (filho vc tem que rezar, mas o filho não vê os pais rezando; filho você tem que procurar o padre e confessar, mas o filho não vê os pais confessando; filho vc tem que ser paciente com seu irmão, mas os pais não são pacientes um com o outro). Daí falta credibilidade, para que tenham autoridade. Falam punir e não cumprem (deixa de fazer isso senão de dou uma chinelada, o filho continua fazendo e nada acontece). Com nós adultos é assim, não obedecemos lei que não nos oferece risco real: quem obedece placa de limite de velocidade? Mas, todos obedecem radar ou a presença da Polícia Rodoviária, porque ao ver o radar sabe do risco de ser multado. Então pais, diante dos filhos: sejam coerentes para ter autoridade e credibilidade: se vocês falarem, cumpram mesmo que doa em vocês.

IMG_1219 IMG_1222 IMG_1224 IMG_1226 IMG_1227 IMG_1229 IMG_1231 IMG_1236 IMG_1246 IMG_1248 IMG_1249 IMG_1255 IMG_1263 IMG_1266 IMG_1267 IMG_1268 IMG_1269 IMG_1270 IMG_1277 IMG_1278 IMG_1279 IMG_1281 IMG_1285 IMG_1298 IMG_1300 IMG_1311 IMG_1320 IMG_1326