Nossa Senhora da Lapa

Quermesse Rural N. Sra da Lapa Claro de Minas 2016

21 de abril de 2016
Quermesse Rural N. Sra da Lapa Claro de Minas 2016

No Sábado, 02 de abril de 2016, a Quermesse de N. Sra da Lapa foi realizada no Claro de Minas após a Celebração da Missa às 19:00. 

QUERMESSE CLARO

1ª leitura: Querem calar Pedro e João por pregarem o ressuscitado. Nenhuma ameaça conseguiu os calar porque eles obedecem a Deus e não aos homens.

Evangelho: A dureza de coração de alguns leva a não acreditarem que Jesus ressuscitou dos mortos e está vivo: duvidaram de Maria Madalena, Duvidaram dos discípulos de Emaús. Para provar que está vivo, o próprio Jesus ressuscitado aparece e conversa com os onze e os repreende pela dureza de coração. Depois lhes dá uma missão: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura”.

Nós temos um Deus vivo. E porque ainda mantemos a dureza de coração ele continua se manifestando para fortalecer a nossa fé. Hoje ele não se manifesta mais pessoalmente como apóstolo quando Jesus ressuscitado apareceu para eles. Jesus já voltou para junto do Pai, na Ascenção. A manifestação de Jesus pessoalmente pode acontecer ainda, mas é extraordinária e rara. Porém, um dos instrumentos que Jesus usa para se manifestar a nós e provar que ele é um Deus Vivo e presente é sua mãe: Maria.

No entanto há muito descrente e de coração duro que teimam em duvidar: Veja pela história que se desenvolveu após a Visão de N. Sra da Lapa. Muitos duvidaram e duvidam ainda hoje. Temos nos relatos registrados da história da Paróquia até padres relatando aos bispos sua dúvida sobre a veracidade da visão. Só que como na 1ª leitura: contra fatos não há argumentos: aquele homem, coxo de nascença, curado por Pedro estava ali na frente deles. Não tinham como negar que havia sido curado. E Pedro garantia: eu não tenho poder pra curar, foi a fé em Jesus Ressuscitado que o curou. Da mesma forma, os inúmeros relatos de graças alcançadas pela Intercessão de N. Sra. da Lapa não deixam margem de dúvida de que ela intercede por nós junto à seu Filho. Ela, como Pedro, sempre reconheceu que não tem poder de realizar milagres, mas seu Filho tem. Muitos relatos, fotos e exames testemunhando os milagres se perderam ao longo dos anos. Mas ainda é milhares deles guardados na Sala dos Milagres e a nossa volta há dezenas de pessoas que podem nos testemunhar como aquele homem curado pela Fé no ressuscitado através de Pedro: Eu recebi uma graça de Deus pela intercessão de N. Sra da Lapa.

  1. Sra. da Lapa, tem se mostrado como Mãe de Misericórdia. Mãe que está atenda e é solícita para socorrer seus filhos nas suas necessidades. Mas ela não é apenas mãe dos vazantinos, ela é mãe de todos os filhos de Deus. Há poucos dias, na semana Santa recordamos Jesus lá do alto da cruz nos entregando Maria como mãe, pois ali estávamos nós representados por João. Por isso, temos hoje o Santuário como casa de todos.

Continuemos atentos: se resta nos seu coração ainda alguma dúvida sobre o poder da intercessão de Nossa Senhora. Converse com as pessoas, ouça os testemunhos. Visite a Sala dos milagres, olhe as fotos e leia alguns dos relatos que lá temos. Tenho certeza que sua visão vai se clarear como a dos discípulos de Emaús e vão perceber que realmente temos bem do nosso lado uma intercessora. Repito: Maria intercede, o milagre não é ela que faz, é Jesus Seu Filho. Mas ela contribui conosco intercedendo.

MÚSICAS DAS QUERMESSES

O que se espera de um médico e de um hospital: que tenham indicações para que você tenha ou recupere sua saúde.

O que se espera de um engenheiro e sua equipe: que os projetos lhe indiquem tudo que é necessário pra a segurança do edifício construído.

O que se espera de um advogado e dos envolvidos com a área do direito: que lhe instruam e defendam aquilo que lhe é garantido pelo direito.

O que se espera do padre e da Igreja: que lhe instrua na espiritualidade e proporcione a garantia de estar percorrendo o caminho do Céu. “Todo sacerdote é tirado do meio dos homens e instituído em favor dos homens nas coisas que se referem a Deus” (Hb 5,1).

Por isso, como padre, tenho o dever zelar pela espiritualidade dos fiéis que estão sob meus cuidados. Mas pensem comigo:

Quem vai à Igreja deseja rezar, aprender coisas referentes a Deus. A Igreja tem a obrigação de oferecer ensinamentos bons para os fiéis. Por isso, os bispos do Brasil (CNBB no nº 35) demonstram preocupação porque algumas atividades da Igreja tem aparência de clube social e não de igreja. Muitas festas lotadas, mas igrejas vazias na hora da oração e da missa. Isso tá certo? Claro que não, a missão da Igreja não é oferecer entretenimento pro povo, tem os promotores de eventos pra isso. Por isso estamos insistindo no nome QUERMESSE (significa – festa de Igreja).

Agora pense também: você vai na festa de Igreja e ouve músicas sem conteúdo construtivo, denegrindo a imagem da mulher ou propagando a mulher como puro objeto de desejo sexual; incentivando a traição ou a violência… Que Igreja é essa que na hora da missa e da oração fala de Deus e depois da missa na hora da confraternização faz propaganda pro diabo?

É por isso, que tenho insistido em diminuir e até mesmo banir das festas de Igreja que leva o nome dos santos padroeiros músicas com conteúdo duvidoso e que não condizem com os ensinamento da Igreja. Como Igreja temos que cumprir nossa missão. Há na Igreja, bandas que tocam todos os tipos de ritmos com letras que evangelizam.

Pode ser que você não me entenda num primeiro momento, mas se parar um pouquinho e pensar: o que é igreja, qual a sua finalidade, qual a sua missão. Vai concordar comigo.

Caso contrário, vai cair no caso daqueles que procuram o padre depois para reclamar: padre perdi o controle do meus filhos, não me escutam mais, não são fieis no namoro, no casamento, não cultivam os valores que ensinei… mas será que terá direito de reclamar isso, se nem nas festas de Igrejas que você os trouxe, pode mostrar que é possível um divertimento sadio?

Desde a primeira quermesse de N. Sra. da Lapa deste ano de 2016, vocês perceberam que estamos nos esforçando para tocar mais músicas com conteúdo que evangelizam. Tem chegado em mim algumas reclamações, por isso estou fazendo esse esclarecimento para que ao menos quem tá reclamando saiba minha linha de raciocínio, mesmo que não concorde comigo.

Estou aberto à críticas e sugestões. Se você conseguir me convencer que pensando como Igreja, com os bispos da CNBB, eu estou errado… posso pensar em mudar de posição. Mas enquanto não me convencerem do contrário com argumentos sólidos: como Padre, vou continuar defendendo, se a missão da Igreja é a espiritualidade, é a evangelização. Temos que evangelizar até através das músicas das quermesses (festas dos santos).