Nossa Senhora da Lapa

Ordenação Presbiteral de José Olímpio Mendes Pereira

18 de setembro de 2016
Ordenação Presbiteral de José Olímpio Mendes Pereira

No dia 17 de setembro de 2016, na cidade de Vazante-MG, no Santuário Nossa Senhora da Lapa; em solene Liturgia eucarística, S. Exa. Revma. Dom Jorge Alves Bezerra, SSS, DD. Bispo Diocesano de Paracatu, conferiu o Sacramento da Ordem no grau do Presbiterato ao candidato Revmo. José Olímpio Mendes Pereira, diácono da Diocese de Paracatu. Pe. José Olímpio é filho de Vazante e irmão do Pe. Milson, ordenado em 23/03/2012.

Confira abaixo a homilia de Dom Jorge:

 

Ordenação Presbiteral do Diácono José Olímpio Mendes Pereira

 

Saudações…. Estimado Diácono José Olímpio, a Diocese de Paracatu, teus familiares e amigos, as Paróquias Nossa Senhora do Carmo e Nossa Senhora da Lapa, em Vazante, celebram com júbilo e esperança essa Santíssima Eucaristia, na qual tu serás ordenado Presbítero da Santa Igreja. De acordo com o profeta Jeremias, antes da tua formação no seio materno, Deus estava contigo, antes do teu nascimento Ele já tinha te escolhido e consagrado para servir na Igreja como sacerdotes. Essa preferência de Deus sobre a tua pessoa indica que Ele irá te acompanhar e ajudar ao longo da vida. Portanto, não digas: eu não sei falar, sou uma pessoa simples e frágil, como uma criança, importa confiar em Deus e não ter medo de assumir a missão, porque o Senhor estará sempre contigo e porá suas palavras na tua boca. Quanto a ti, dispõe a vida para Deus, diga sim ao seu chamado, ore e trabalhar na obra do seu Reino. O Pai do céu é providente e suprirá o que faltar em ti. Estabeleça com ele uma relação filial de perfeita obediência da fé, vá onde for enviado e a todos anuncie a Boa Nova do reino. Não se deixe intimidar pelos desafios do mundo e principalmente pelas dificuldades da convivência humana, encare todos os temores com o poder da oração, com os olhos bem abertos, não deixe o medo paralisar o dinamismo da tua missão e fazer-te voltar atrás. Se algum dia o medo investir contra ti, continue subindo… Nos caminhos de Deus é mais seguro subir do que descer. Meu caro irmão: não se desce da cruz! Só se vence o medo enfrentando-o, quem não arrisca tudo de si em Deus não evolui na santidade. Quem está no controle da tua vida (da nossa vida) é Deus; o verdadeiro amor lança fora o temor. A Vida dominada pelo medo de amar não liberta. É dando tudo que ganha tudo. Hoje tu serás ordenado sacerdote para sempre, exatamente para dar o melhor de ti a Deus e aos irmãos, até o fim. É da intimidade do sacerdote com Deus que vem a força das pessoas. Como ministro gerado pelo Espírito de Deus, tu serás um homem novo, ontologicamente transformado, e capacitado para unir o corpo de Cristo e ajudá-lo progredir nos seus diferentes dons e ministérios. Cuida com amor do rebanho do Senhor! É precisamente o amor de Deus que dará o norte da tua vida e missão. O padre é ordenado para ser referência de amor-serviço, exemplo de humildade e de santidade na comunidade paroquial. Não permita que a miséria moral e ética dos chefes das nações e dos grandes deste mundo contagie o teu modo se ser e de agir como sacerdote, profeta e pastor. Ele não são modelo para nenhum cidadão e muito menos para os discípulos de Cristo. Disse o Senhor: entre vós não deve ser assim! Portanto, nada de opressão, nada de violência, nada de desrespeito à dignidade humana. O padre não é o dominador, rirano da paróquia, mas o seu primeiro servidor. O chamado de Deus é para servir e dar a vida; o maior é aquele que serve e não aquele é servido. Enfim, caro irmão, cuidado com as tentações do homem velho! Não deixe o poder clerical subir à tua cabeça, nada de carreirismo, despoje-se da vaidade dos cargos e seja simplesmente servo, imite a bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus, que obedeceu radicalmente a Palavra do Senhor. Estimado diácono, existencialmente seja um homem morto para o mundo, para a carne e para o pecado. Os que não são de Cristo devem crucificar a carne com suas paixões. O Sacerdote é um homem novo, criado em Jesus Cristo e revestido de Cristo, para ter os mesmos sentimentos de Cristo. O padre é obra de Deus e como tal traz em si a marca do seu Criador: ou ele é de Deus ou é do tentador. Vigia e ora para que o teu coração jamais se divida entre Deus e o diabo. O sacerdote é um servidor obstinado da caridade, um homem só de Deus, todo de Deus, para sempre de Deus. Os fiéis não devem avaliar o padre só pelas obras materiais que realiza, pelo seu espírito empreendedor… Tudo isso é útil e necessário, mas não constitui critério suficiente para definir a santidade da sua vida e a fecundidade do seu ministério. É um conjunto de virtudes bem articuladas a serviço do Reino que corrobora um bom padre. O equilíbrio humano e afetivo, a intimidade com Deus e a meditação constante da sua Palavra forjam o Bom Pastor, cujo zelo pela salvação das almas sobressai como as estrelas no firmamento. O bem espiritual dos fiéis deve estar sempre em primeiro lugar. O modelo de sacerdote servidor – santo e fiel – é Jesus Cristo, aquele que lavou os pés dos discípulos, que se humilhou e se fez obediente até a morte de cruz. A fé do sacerdote em Cristo deve ser firme como rocha. Tudo na vida do padre deve ser conforme a fé que professa. É como peregrino da fé que ele caminha com Cristo até alcançar a plenitude da sua estatura, de modo que possa repetir convictamente com o Apóstolo: “eu vivo, mas não eu: é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20). A configuração com Cristo através do sacramento da ordem   mergulha o padre no mistério da morte e ressurreição do Senhor. O dom de si como hóstia viva, santa e agradável a Deus, faz do sacerdote um homem eucarístico, cuja vida não pertence a si, mas a Deus e aos irmãos. O verdadeiro culto do sacerdote é uma vida santa, povoada de Deus e repleta de boas obras. Diácono José Olímpio, que Nossa Senhora da Lapa, a Mãe boa da Diocese de Paracatu, o conduza pelos caminhos da santidade e o ajude a ser um sacerdote misericordioso com os pobres, sempre disponível para administrar os sacramentos, notadamente a Eucaristia, a Reconciliação e a Unção dos Enfermos. Abrace todas as cruzes do ministério com amor, para merecer a participação na glória do Senhor. Coragem! LSNSJC!

 

Vazante – MG, 17 de setembro de 2016

Memória de São Roberto Belarmino

Dom Jorge Alves Bezerra, SSS

Bispo de Paracatu-MG

4be5701b-7c64-4052-9448-a5a5a221b81d 95a65252-a932-4c17-8b1b-7ff11905e795

_mg_0011 _mg_0023 _mg_0026 _mg_0028 _mg_0029 _mg_0031 _mg_0038 _mg_0040 _mg_0041 _mg_0051 _mg_0053 _mg_0056 _mg_0057 _mg_0060 _mg_0064 _mg_0098 _mg_0108 _mg_0110 _mg_0128 _mg_0130 _mg_0132 _mg_0136 _mg_0142 _mg_0143 _mg_0145 _mg_0147 _mg_0160 _mg_0163 _mg_0164 _mg_0166 _mg_0169 _mg_0173 _mg_0174 _mg_0183 _mg_0190 _mg_0191 _mg_0192 _mg_0193 _mg_0196 _mg_0208 _mg_9625 _mg_9628 _mg_9632 _mg_9635 _mg_9639 _mg_9642 _mg_9643 _mg_9645 _mg_9657 _mg_9659 _mg_9661 _mg_9663 _mg_9666 _mg_9667 _mg_9672 _mg_9677 _mg_9678 _mg_9682 _mg_9684 _mg_9686 _mg_9691 _mg_9696 _mg_9697 _mg_9698 _mg_9712 _mg_9714 _mg_9717 _mg_9718 _mg_9723 _mg_9725 _mg_9728 _mg_9732 _mg_9733 _mg_9743 _mg_9745 _mg_9746 _mg_9747 _mg_9760 _mg_9771 _mg_9772 _mg_9776 _mg_9780 _mg_9782 _mg_9783 _mg_9794 _mg_9797 _mg_9799 _mg_9802 _mg_9804 _mg_9806 _mg_9809 _mg_9810 _mg_9812 _mg_9813 _mg_9815 _mg_9817 _mg_9825 _mg_9826 _mg_9834 _mg_9837 _mg_9839 _mg_9846 _mg_9859 _mg_9864 _mg_9866 _mg_9868 _mg_9874 _mg_9879 _mg_9883 _mg_9896 _mg_9897 _mg_9903 _mg_9905 _mg_9913 _mg_9916 _mg_9920 _mg_9927 _mg_9930 _mg_9938 _mg_9939 _mg_9943 _mg_9949 _mg_9953 _mg_9954 _mg_9958 _mg_9959 _mg_9961 _mg_9969 _mg_9971 _mg_9973 _mg_9975 _mg_9979 _mg_9981 _mg_9983 _mg_9987 _mg_9996 img_0217 img_0228 img_0230